Os nossos amigos Gatos

Ao longo deste blog vai ser possível conhecer algumas curiosidades felinas e aprender mais sobre estes adoráveis animais.
Aqui encontra um guia prático com todas as informações que o dono responsável precisa de saber.
Sejam bem-vindos ao mundo das Curiosidades Felinas!



quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Alimentação dos Gatos

Imagem retirada de:
urbannaturegroup.blogspot.com
Tal como todos os felinos, os gatos são carnívoros. No seu ambiente natural, caçam ratos e outros pequenos roedores, aves e insectos. Os gatos comem as suas presas inteiras, incluindo a pele, os órgãos internos e até mesmo os ossos. Também ingerem ervas, conseguindo assim um equilíbrio nutricional adequado.
No entanto, os gatos domésticos, especialmente os que vivem na segurança dos nossos lares, têm necessidades nutricionais específicas, que cabe aos seus donos proporcionar. E cada gato tem necessidades nutricionais diferentes...
A alimentação correcta do gato, desde filhote, irá influenciar a sua saúde para toda a vida. Um gato com uma alimentação adequada e equilibrada será mais saudável, mais resistente a doenças e viverá mais anos.
Hoje em dia, é possível encontrar nos supermercados e lojas de animais uma grande variedade de alimentos completos e equilibrados que atendem às necessidades específicas de cada gato. A escolha do tipo de comida, seca, húmida ou caseira, depende das vantagens e desvantagens que oferece para os donos.


Comida Caseira

Uma comida caseira preparada pelo dono é difícil de balancear e é mais propensa a ser deficiente em alguns tipos de nutrientes. Tem como dificuldades o tempo que se dispende a preparar a refeição, bem como o custo inerente à mesma, visto que se devem utilizar alimentos de qualidade e nunca dar restos. A maior dificuldade é, principalmente, a dificuldade em conseguir uma dieta equilibrada que contenha as proporções correctas de proteínas, lípidos, cálcio, fósforo, fibras, vitaminas e oligoelementos. Os gatos têm deficiência de algumas enzimas, o que os tornam incapazes de sintetizar determinados nutrientes no organismo. Eles têm que ser fornecidos pré-formados na dieta, como a Vitamina A, o Ácido Araquidónico e Taurina. Outra desvantagem é que a alimentação caseira contribui para a formação do tártaro e causa mau hálito, pelo que deve tomar medidas para a prevenção destes problemas.
Como os gatos comem várias vezes ao dia, o ideal será mesmo optar pela comida industrial.

Comida industrial

A comida industrial fornece ao gato todos os nutrientes indispensáveis para um crescimento saudável e desenvolvimento regular. São elaborados cuidadosamente, utilizam os mesmos ingredientes que a comida caseira e obedecem às mesmas regras sanitárias que a alimentação humana. O seu custo é bastante inferior ao das preparações caseiras e não exigem qualquer tipo de preparação. Podem ser húmidos ou secos.
Existem vários tipos de comida industrial que se adequam às necessidades nutricionais de cada gato, dependendo do seu peso, idade, sexo e raça, bem como da actividade física.

  • Alimentos húmidos (ração em lata)
 Os alimentos húmidos têm a vantagem de ser muito saborosos e de ter um forte odor, atractivo para os gatos. Contêm, em média, 80% de humidade e são bastante completos nutricionalmente. No entanto, uma vez abertas as latas ou saquetas, o tempo de conservação destes alimentos é bastante reduzido, pelo que se estragam rapidamente se deixados muito tempo no prato. São mais caros que a ração seca e provocam tártaro, mau hálito, fezes com mau cheiro, por vezes moles.
É recomendada para animais que necessitam de reposição de líquidos. Seria ideal que fosse apenas fornecida como uma guloseima complementar à ração seca.

  • Alimentos secos (ração seca)
 A ração seca é, de todas, o melhor tipo de alimentação que pode fornecer ao seu bichano. São alimentos completos e equilibrados que fornecem todos os nutrientes indispensáveis ao seu animal: proteínas, lípidos, hidratos de carbono, minerais e vitaminas. Contém apenas 14% de humidade, pelo que deve manter sempre à disposição do seu gato uma tigela com água limpa.
A qualidade das matérias-primas e o rigor do processo de fabrico permitem a comercialização de alimentos de grande digestibilidade e elevada precisão nutricional.
Os gatos alimentados com ração seca têm menos tártaro nos dentes, a ração é mais barata e deixa menos cheiro na boca e nas fezes. Este tipo de alimentos não se estragam com tanta facilidade e mantêm os pratos mais limpos, pelo que são a solução ideal para quem passa o dia fora.
Alguns conselhos:

A maioria dos gatos está bem adaptada para controlar o alimento que ingerem em relação às suas necessidades. Como, normalmente, os alimentos industrializados têm uma alta aceitação, poderá ocorrer que o gato coma em excesso. Por esta razão, é sempre recomendável observar as indicações nas embalagens dos pacotes de ração. Os gatos raramente se tornam gordos, mesmo sendo animais bastante preguiçosos. Mas os gatos castrados podem muitas vezes tornar-se obesos. Para evitar isso, é aconselhável reduzir a quantidade de comida e alimentá-los de forma mais equilibrada.

Tal como os humanos, os gatos possuem gostos diferentes. Por isso, tente sempre adaptar a alimentação do gato aos seus gostos. É comum que alguns gatos não aceitem a comida que outros adoram.
Não se esqueça que a transição entre uma e outra alimentação deve ser progressiva e faseada. Nunca deve mudar de ração de um momento para o outro, pois o gato pode rejeitar a nova ração ou ter algum tipo de reacção, como vómitos ou diarreia.
Deve sempre misturar a ração antiga com a nova e ir reduzindo a quantidade da antiga ração faseadamente, de modo a que o gato se habitue progressivamente à nova ração, seja em sabor, marca ou tipo de ração.

Mantenha sempre a higiene de comedouros e bebedouros e coloque-os em local fixo. Evite o uso de comedouros e bebedouros de plástico, pois alguns gatos apresentam uma reacção alérgica ao mesmo, denominada Acne Felina. O ideal será usar comedouros e bebedouros de vidro ou inox.

Os gatos não podem comer chocolate, porque contém ácido oxálico que impede a absorção de cálcio. Além disso contém teobromina, um alcalóide tóxico para felinos.

Não alimente o seu gato em excesso. Uma boa alimentação é formada por quantidade suficiente de alimentos, com todos os elementos nutricionais necessários ao bom funcionamento do organismo dos gatos.

1 comentário:

  1. amei esse artigo, muito obrigada por esclarecer o sexo do meu gatinho o Mizi, a ração que ele come é seca mesmo, obrigadinha.

    ResponderEliminar

Sejam bem-vindos ao mundo das Curiosidades Felinas!
Muito obrigada por comentar!
Para pedidos de informação mais urgentes, por favor utilize o mail curiosidadesfelinas@gmail.com. Obrigada!

Informação

Todos os textos publicados foram preparados após pesquisas em enciclopédias, livros especializados, clínicas veterinárias e sites de conteúdo fidedigno, bem como pela experiência pessoal de convivência com muitos peludinhos.
Se detectar qualquer irregularidade ou incorrecção, agradecemos o seu contacto.


Voltem sempre!

Glitter Text Generator at TextSpace.net

Idade

PitaPata - Personal picturePitaPata Cat tickers