Os nossos amigos Gatos

Ao longo deste blog vai ser possível conhecer algumas curiosidades felinas e aprender mais sobre estes adoráveis animais.
Aqui encontra um guia prático com todas as informações que o dono responsável precisa de saber.
Sejam bem-vindos ao mundo das Curiosidades Felinas!



segunda-feira, 19 de julho de 2010

Viajar com o seu animal de estimação

Planeamento & Preparação

"Planeamento e preparação são importantes antes de viajar com o seu animal de estimação. Existem cães e gatos que não podem suportar os rigores de qualquer tipo de viagem devido a uma doença, ferimento ou temperamento. Se for o caso, aconselhe-se com o seu veterinário.
Para longas viagens de carro, certifique-se que o seu animal de estimação viaja confortável. Transporte-o numa transportadora confortável e mantenha o vidro de trás um pouco aberto.
Verifique sempre se os animais de estimação são permitidos no hotel e/ou casa onde pretende ficar.
Caso contrário, deixe o seu animal em hotéis próprios para animais.
Se o seu animal de estimação ficar sozinho no quarto de hotel, coloque na porta o letreiro “não incomodar” e informe os serviços de limpeza e a recepção que o seu animal está sozinho no quarto.
Certifique-se que o seu animal de estimação tem uma coleira de identificação e, se possível, também microchip. Ambos contêm informações precisas sobre o animal e o seu respectivo dono.
Em qualquer tipo de viagem tenha sempre consigo a comida favorita do seu animal e brinquedos, para que ele se sinta mais confortável.
Tenha, igualmente, consigo o livrete das vacinas do seu animal com as vacinas e desparasitações actualizadas.
É importante que tenha sempre consigo uma fotografia na qual apareça o seu animal de estimação ao seu lado, para ajudar a identificá-lo no caso de ele se perder.
Mais importante ainda, antes de se comprometer a viajar de com o seu animal, consulte o seu veterinário para lhe ser feito um check-up para poder viajar em segurança.

Viajar de Avião

Viajar de avião com animais é a maior das preocupações de alguns donos.
Determinadas raças como os braquicefálicos (nariz curto), cachorros e gatos podem ter dificuldades com o transporte aéreo.
A maioria das companhias aéreas que transportam animais exige um certificado de controlo veterinário (certificado sanitário) que é emitido no prazo de 10 dias antes da viagem. Hoje, muitas das principais companhias aéreas permitem que os gatos e cães, de pequeno porte, viajem em bagagens de mão colocadas junto ao acento dos passageiros de voo.
Se pretender viajar internacionalmente, consulte o seu veterinário e/ou embaixada ou consulado do país de destino sobre as restrições adicionais das viagens dos animais ou exigências de quarentena.
Sempre que possível, reserve um voo sem escalas. Durante os meses quentes, escolha o voo da manhã ou o voo da noite. Nos meses mais frios, escolha voos do meio-dia.
Consulte o seu veterinário para determinar o que é melhor para o bem-estar do seu animal de estimação durante as viagens em transportes aéreos.

As transportadoras para transporte de animais em viagens aéreas devem:

- Ser suficientemente grandes para permitirem que o animal consiga colocar-se de pé (sem tocar na parte superior da transportadora), sentar-se e deitar-se numa posição natural;
-Ter fecho de segurança.
- Ser forte e livre de saliências no interior.
- Ter um fundo sólido e à prova de vazamentos e coberto de material absorvente.
- Estar adequadamente identificadas. Inclua o seu nome, morada, número de telefone, e informações de contacto de destino, bem como a designação de “animais vivos”, com setas indicando a posição vertical.
- Ser adequadamente ventilada para que o fluxo de ar não fique obstruído.

Importante: Não é recomendável dar tranquilizantes ao seu animal de estimação pois ele pode aumentar o risco de problemas cardíacos ou respiratórios.


Viajar de carro

Se o seu animal não está habituado a viajar de carro, leve-o a alguns passeios para que ele se sinta confiante de que um passeio de carro não significa, necessariamente, uma viagem para o veterinário ou para um sítio desagradável. Se o seu cão tem um problema com enjoos, o seu veterinário poderá receitar medicamentos que o ajudarão a sentir-se mais confortável durante longas viagens.
Os gatos devem ser sempre confinados a uma transportadora para permitir que eles se sintam seguros. Proporcionar um brinquedo familiar ou um cobertor pode ajudar a confortar o seu animal de estimação. Independentemente da duração da viagem, os animais não devem ser deixados sozinhos dentro do carro.
Não deve permitir que o seu cão viaje no banco do passageiro, e nunca deverá permitir que ele se sente no colo do condutor.
Durante a viagem não deixe que o seu animal de estimação coloque a cabeça fora da janela do carro, pois algumas partículas presentes no ar podem entrar nos olhos, ouvidos e nariz, causando-lhe ferimentos ou infecções.
Durante a viagem, alimente o seu animal com pequenas porções de comida e deixe a refeição principal para o final do dia ou para quando chegar ao seu destino. Os alimentos secos são os mais convenientes. Tenha sempre consigo uma garrafa plástica de água fresca no caso de outras fontes de água não estejam disponíveis.
Lembre-se de planear a cada duas horas uma paragem para que o seu animal possa urinar/defecar e andar um pouco a pé.


Viajar de Autocarro ou de Comboio

A maioria das cidades proíbe os animais de andarem de autocarro e de comboio. As excepções são somente para cães guia e cães que acompanham pessoas deficientes.

Acampar com o seu animal de estimação

Acampar com animais de estimação representa alguns desafios. Alguns animais selvagens podem morder ou ferir o seu animal de estimação. Tenha sempre um abastecimento de água próprio para o seu animal. Seja atencioso com outros campistas.
Antes da viagem aconselhe-se com o seu veterinário sobre pulgas, carraças e vermes do coração e certifique-se que o seu animal está vacinado contra a raiva.


Outros conselhos:

- Se viajar de carro, tenha presente um kit de primeiros socorros para o seu animal de estimação, que inclua diversos curativos, creme anti-séptico, uma medicação antidiarreica, gazes, e os números de telefone do seu veterinário.
- Coloque uma coleira de identificação no seu animal com o seu nome e contacto telefone, para ser fácil identificá-lo em caso de ele se perder.
– Visite um veterinário local, se estiver preocupado com eventuais mudanças físicas ou comportamentais no seu animal de estimação."

Informação retirada de: http://blogdosbichos.blogs.sapo.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sejam bem-vindos ao mundo das Curiosidades Felinas!
Muito obrigada por comentar!
Para pedidos de informação mais urgentes, por favor utilize o mail curiosidadesfelinas@gmail.com. Obrigada!

Informação

Todos os textos publicados foram preparados após pesquisas em enciclopédias, livros especializados, clínicas veterinárias e sites de conteúdo fidedigno, bem como pela experiência pessoal de convivência com muitos peludinhos.
Se detectar qualquer irregularidade ou incorrecção, agradecemos o seu contacto.


Voltem sempre!

Glitter Text Generator at TextSpace.net

Idade

PitaPata - Personal picturePitaPata Cat tickers